Se você tem diabetes, já sabe que a taxa de glicose no sangue pode cair de repente e causar um sério transtorno. Mesmo se você não tem essa doença, isso pode acontecer. Em casa os riscos de sofrer um acidente são iminentes diante dessa situação, mas ter uma crise de hipoglicemia no trânsito é muito mais perigoso.

Confira neste artigo, dicas de como prevenir esse contratempo que pode causar graves consequências.

Identificando a hipoglicemia no trânsito

A hipoglicemia é um estado em que uma pessoa sofre uma queda abrupta do nível de glicose no sangue. Os sintomas mais comuns desse quadro são tremores, suor frio, tonturas, palpitações cardíacas e desorientação.

Esses efeitos da queda da glicose repentina aparecem bem rápidos e a pessoa acometida pode chegar a desmaiar ou, em casos extremos, entrar em coma.

Se você estiver no carro, parado ou dirigindo, e sentir alguns desses sintomas, já são indícios que está entrando em uma crise de hipoglicemia.

O indicado a se fazer nessa hora é estacionar o quanto antes em algum lugar e recorrer às soluções abaixo. Algumas servem tanto para a prevenção quanto para a interrupção da crise.

Como se prevenir das crises?

No caso dos diabéticos que usam insulina, é bom seguir com rigor os horários definidos para a aplicação das doses e jamais fazer alguma mudança como deixar de tomar, aumentar ou diminuir a quantidade das doses, sem antes consultar seu médico.

A insulina pode ser um desencadeador das crises, por ter o efeito de abaixar o nível de glicose no sangue. Às vezes, o corpo pode reagir diminuindo a taxa mais do que o necessário, causando a crise.

Além da insulina, algumas medicações podem levar a queda excessiva da glicose no sangue. Alguns exemplos são a Glimepirida, a Gibenclamida e a Glicazida. Se você teve algum sintoma da crise após iniciar um tratamento com alguma dessas medicações, consulte seu médico.

Seja dirigindo por alguns minutos ou longas horas dentro de um carro, uma crise pode aparecer. Para evitar acidentes e problemas maiores, antes de dirigir, siga essas dicas:

  • tenha sempre uma bala ou algum doce em mão;
  • não fique longos períodos sem comer, principalmente se tem diabetes;
  • não coma pouco ou deixe de se alimentar em alguma refeição;
  • não faça atividades físicas sem se alimentar antes;
  • não aumente a quantidade de exercícios sem consultar seu médico;
  • evite beber álcool;
  • sempre tenha o medidor de glicose em mão e faça o teste antes de dirigir.

Mesmo com a prevenção, se você tiver uma crise, procure um local seguro e ventilado para ficar, beba água e procure ajuda. Agora que você leu tudo, quando for pegar o carro, já sabe como evitar as crises de hipoglicemia no trânsito. Assim você garante mais segurança a si mesmo e aos outros nas ruas. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Salvador.